Que nota você daria para a relevância do e-mail marketing entre suas ações de marketing digital?

Você já imaginou o volume de vendas de uma Black Friday dos EUA? Segundo dados divulgados na edição do ano passado, o valor ultrapassou a marca de US$ 1,5 bilhão! Agora, imagina que 17,7% deste montante foi gerado pelo e-mail marketing. Estou falando de quase US$ 300 milhões de uma ação feita nos EUA e que começa a ganhar forças aqui no Brasil.

Claro que a outra parte deste montante foi gerada por links patrocinados, por buscas orgânicas, por redes sociais e por acessos diretos ao site. Mesmo assim, quero destacar a relação custo x benefício do e-mail marketing. Esta poderosa estratégia lhe permite fazer uma campanha abrangente, com alta assertividade, e baixíssimo custo. Consequentemente, proporciona o melhor retorno sobre os investimentos (ROI), quando comparado as outras mídias.

A Black Friday provou que o marketing direto funciona. Mas, e nas suas estratégias de marketing digital, qual é a relevância do e-mail marketing? Só para te ajudar a responder esta pergunta, segundo uma pesquisa divulgada pela ExactTarget, 77% dos usuários preferem receber mensagens promocionais por e-mail. E quando o assunto são mensagens pessoais, a mídia preferida ainda é o e-mail para 45% dos entrevistados.

Eu também me enquadro nesta maioria. Para mim, e-mail é coisa séria e muito importante. Ainda mais quando estamos falando em geração de negócios com menor investimento.

Outro ponto que vale destacar no e-mail marketing, como estratégia de marketing digital, é o alto grau de mensurabilidade. Pelas novas tecnologias disponíveis, você mensura os passos do seu cliente e cruza essas informações. Por exemplo, pelo Google você identifica que ele acessou sua página, depois clicou no produto X e assim por diante. Logo, já consegue iniciar um relacionamento, trabalhando múltiplos canais.

Não estou dizendo que as publicidades nas redes sociais não são importantes! Estou dizendo apenas que você não deve descartar absolutamente nada, apenas somar, agregar! Ou seja, pensar em uma estratégia cross channel para cercar o seu cliente de todos os lados e se relacionar com ele de verdade!

Mas, espera aí. Não é para sair por aí criando perfil em todos os lugares e mandar um monte de e-mails para todo mundo. Não! Precisamos de estratégias inteligentes e um plano para cada canal. Isso é cross channel de verdade e no próximo artigo eu esclareço melhor o assunto.

Abraços e até a próxima!

Leonardo Kelmann

Email Solutions Specialist
leonardo@emailsolutions.com.br